domingo, 19 de abril de 2015

NUA

Retirei todos os acessórios que podiam complicar e atrapalhar.
O colar comprido, de um branco madre pérola, um espanto
as argolas cintilantes, em forma de coração, palpitantes
o gancho do cabelo, com uma rosinha rubra, a provocar
a lingerie já estudada, graciosa, prudente, complacente
e por fim, os sapatos negros, audaciosos, de puro cetim
libertando os meus pés, prontinhos para te enredar  
neste abraço, neste laço, neste transbordar de mim.

Nua.
Eu, soberbamente, nua.
Despojada de tudo, assim, na frente dos teus olhos cobiçosos
que de tão aguados, ficaram cinzentos, turvos, desbotados
perdendo de todo a cor primeira, o brilho, abençoada cegueira.

Nua.
Eu, totalmente, nua.
Desamparada do vestido vermelho, que tinhas rasgado, por inteiro
fiquei, como vim ao mundo, virgem, esperada, linda, idolatrada
desprovida de truques de motivação, magia, mistério e sedução.
Olhei-te e fitei-te, compenetrada, como serpente em ação
e caminhei até ti, arrastando-me e bamboleando-me, felina
como gata em telhado de zinco quente, divina, experiente.

Nua.
Eu, provocantemente, nua. 
Fornecida com o meu corpo, na tua frente, bem à mão de semear
mas as tuas mãos ávidas, pareciam não chegar e não bastar
para tamanho feito, que te enriquecia e enlouquecia.

Nua.
Eu, apetitosamente, nua.
Exclusiva, misteriosa, exótica, floresta amazónica para desbravar
repleta de feitiços, artimanhas, pássaros aflitos e tiques castiços 
que emolduravam a pintura da minha fúria, a estrebuchar
de olhos permissivos, ledos, surdos, cegos, mudos, passivos
de sentidos já quase perdidos, na imensidão da dádiva
entregando-me sem sequer questionar, sob o teu corpo, tua.
Assola-me, então, uma questão, desculpa, mas que te devo colocar.
Amor, o que fazes tu de mim, entre idas, paragens, vindas
entre carícias, jogos, descobertas, plenitudes mais que certas
o que fazes tu com o meu corpo, entre um orgasmo e outro?


CÉU

63 comentários:

  1. Morro, e renasço em ti... enquanto formos um do outro...

    Céus!... Mais uma explosão deliciosa de sentidos... e com sentido... por aqui...
    Para ler... reler... e apreciar...
    Depois de uns dias ausente, lá no meu canto, já estou de volta... também por aqui...
    Votos de um excelente domingo, Céu, e continuação de tão fantástico trabalho!
    Sem qualquer dúvida, será um prazer imenso, voltar aqui e ler estes textos de altíssima qualidade...
    Beijos! Tudo de bom...
    Ana

    ResponderEliminar
  2. Bom dia !
    descoberta estrondosa :)
    Feliz domingo
    Angela

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seja bem-vinda ao meu blogue, Ângela!
      Agradeço visita e comentário.
      Boa semana!

      Eliminar
  3. É uma pergunta retórica, não é?
    A resposta é perfeitamente complacente - como a lingerie!
    Não há dúvida, as meninas boazinhas vão para o céu, as outras ...
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  4. Li e não vou dizer nada, ou quase nada, apenas que vou respirar, imaginar e sentir-me personagem.
    Volto muito breve. Espero que uma Luz me inspire para comentar.

    ResponderEliminar
  5. Uma bela questão hehe.
    Magnifico este belo texto carregado de sensualidade.
    Um abraço.
    Uma boa semana.

    ResponderEliminar
  6. Sabes que me é impossível ler e reagir, sem voltar a ler e ler de novo, mais uma vez e outra, procurando "visualizar" todos os pormenores ?... Acho que tem muito mais "sabor" , lentamente ir apreciando e saboreando cada pequena descrição, cada pormenor, saboreando e salivando por antecipação, o “prato” que se vai ter pela frente !
    Quando finalmente se “pega nos talheres” o prazer das primeiras “garfadas” é ilimitado e temos que nos conter contra a sofreguidão ! … e então, … lentamente e sem deixar saciar o apetite, já com o prato (diabolicamente) vazio, esperar, sem esperar, que novamente se lhe coloque mais algo que volte a ser apreciado ! … e entretanto, tanto há que fazer, que nem se chega a sentir que o prato está vazio (temporariamente) ! … é só deixar a “imaginação” percorrer as nossas mentes, pensar em novos ingredientes … e sem esperar, ir esperando, … bebendo um golo aqui ou ali, petiscando aqui e acolá, … e então , finalmente, a libertação total de poder comer o resto, alarvemente e com redobrada sofreguidão ! …

    Beijinho ! :)))))

    ResponderEliminar
  7. Entre um orgasmo e outro...mais um...e a noite fica perfeita como a sensualidade deste momento! Bj

    ResponderEliminar

  8. Tua questão me atiça
    Como óleo na fogueira
    Isso não é brincadeira
    Me põe preso na treliça

    O teu corpo me enfeitiça
    Como água em correnteza
    Tudo em mim é rijeza
    Nada então se espreguiça

    Travada pela beleza
    Só a mente amolece
    Não sabe o que acontece
    Neste mundo de crueza

    A resposta então, assim
    Já podes tu entrever
    Não poderei responder
    Pois fico fora de mim!

    Beijos.

    ResponderEliminar
  9. Olá, o texto como sempre acontece é maravilhoso, até é demais para a minha cabeça, seu modo de escrever é do outro mundo, é encantador.
    Depois de ler e ter gostado, se me permite dou um conselho que é o seguinte, " em caso de duvida: tire a roupa, toda."
    AG
    AG

    ResponderEliminar
  10. Quem não gostaria de protagonizar os seus textos amorosos?...
    Ah! emprestou a floresta amazônica, é? rsrs
    Beijos, Luz...do Céu!!!

    ResponderEliminar
  11. Sensual, muito sensual, o que não desvaloriza (em nada) o teu Poema.




    Beijos


    SOL

    ResponderEliminar
  12. Excelente texto, com um close (para mim, pelo menos) inesperado. Parabéns!

    ResponderEliminar
  13. Estamos sempre a desnascer por amor

    mesmo quando nos despimos
    por dentro

    Bj

    ResponderEliminar
  14. Tu poema ayuda a subir a la imaginación

    ResponderEliminar
  15. Valha-me Santa Iria! ou talvez Santa Teresinha do Menino Jesus, que era era mais... "espiritual"
    o teu corpo assim tão "desbragadamente" nu, só pode ser tentação do diabo!

    que fazer nos "intervalos"? oh, "ascese em ascese" até à salvação final! - que o Céu (te) espera!

    ResponderEliminar
  16. É sempre um gosto ler o que escreves!

    r: Temos que nos desafiar e procurar melhorar
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  17. Belo cantinho poético sensual! Belas palavras sensuais!
    Big abraço.

    ResponderEliminar
  18. Olá, Céu, sim, estou ótimo já,só a mudança do tempo que me deixou febril.
    ..boa questão, o que "ele"faz com o corpo da mulher, entre um orgasmo e outro... eu - digo por mim, homem- passo pelo período chamado refratário, aquela fase de recuperação em que, uns fumam um cigarrinho , outros sei lá, antes que possa engatar uma outra, mas, se a mulher está soberbamente,totalmente, provocantemente, apetitosamente ,nua em minha frente , é o caso de procurar outras "atividades", melhor do que fumar aquele cigarrinho,né?, para ficar cada vez melhor ...
    Agradecido, feliz semana, belos dias, beijos!

    ResponderEliminar
  19. Passando por aqui, novamente, deixando um beijo, e agradecendo as palavras, que literalmente me deixaram no Céu, lá no meu canto...
    Ana

    ResponderEliminar
  20. Acho que sei a resposta, Céu. Deve ser: "saboreá-lo mais, uma vez, ainda que apenas nas lembranças". :) Boa semana, amiga; belo texto!

    ResponderEliminar
  21. Amei suas belas palavras no meu cantinho. Seja sempre muito bem-vinda!
    Adorei demais seu cantinho e voltarei para prestigiar as novidades.
    Beijos querida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cecília, seja bem-vinda ao meu blogue!
      Agradeço visita e comentário.
      Beijos.

      Eliminar
  22. Procedeu de maneira correcta,
    para nada mesmo atrapalhar
    assim terá começado a festa
    o que é bom não deveria acabar!

    gostei de ler e ver na imagem, toda nua,
    belo poema amiga Céu, um abraço e desejo-lhe um a boa noite,
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  23. Uau,amigos meus por aqui. Então estou entre amigos. Adorei estas tuas palavras e das imagens nem falo. Sensuais
    Kis :>)

    ResponderEliminar
  24. Texto muito bonito, poeticamente forte, transpirando instintos e sensualidade sem cair em clichês e vulgaridades. Gostei demais,

    Abraços.
    www.dilemascotidianos.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bruno, você tem muito talento e inteligência. Parabéns!

      Abraços

      Eliminar
    2. Impressão tua, Céu! Mas muito obrigado!

      Abraços.

      Eliminar
  25. Da nudez o despir dos mistérios em gozos frenéticos a intensificarem ainda mais nossas buscas.
    Cadinho RoCo

    ResponderEliminar
  26. Olá amiga! Eis aí, uma perfeita entrega. Autêntica e irrecusável Belíssimo poema! Com ênfase para a estrofe abaixo:

    Nua.
    Eu, totalmente, nua.
    Desamparada do vestido vermelho, que tinhas rasgado, por inteiro
    fiquei, como vim ao mundo, virgem, esperada, linda, idolatrada
    desprovida de truques de motivação, magia, mistério e sedução.
    Olhei-te e fitei-te, compenetrada, como serpente em ação
    e caminhei até ti, arrastando-me e bamboleando-me, felina
    como gata em telhado de zinco quente, divina, experiente.

    Beijos,

    Furtado.

    ResponderEliminar
  27. Olá amiga, adoro os seus poemas sempre inspirados e a flor da pele! Gosto do jeito como escreve e me serve de inspiração para futuros poemas! Bom demais visitar o seu cantinho!
    Bjs

    ResponderEliminar
  28. Era bom que conseguíssemos tirar todos os assessórios de vez em quando e ficarmos genuinamente nus o que não é fácil.
    Gostei, como sempre.
    Beijinhos Céu, cá voltarei 

    ResponderEliminar
  29. Só agora volto de novo. A doença de um familiar limitou o meu tempo.
    Adoro o seu poder de despertar a imaginação, de nos levar num tropel de emoções e desejos.
    Mas não confundo com a realidade, deixo-me ir, também na imaginação, faz-m bem e desperta emoções.
    Sabe que a Luz é que nos guia e, por vezes, é gémea do Céu?
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  30. olá Céu tudo bem só que estou em viagem.... maio e junho estou em Alenquer
    daí minha ausencia nos blogues. tudo bom para si.

    beijos.

    ResponderEliminar
  31. Olá Ceu ,
    "Nua, Eu sobermamente ...totalmente ...provocantemente ...apetitosamente , Nua " ... sem dúvida um despertar ofuscante e provocador de todos os desejos ... um cintilar de sons , melodias e palavras inconfessáveis ...

    Gostei muito desta sua Casa :)

    Obrigado pela visita e pelo comentário no Reflexos , Uma Beijoka .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seja bem vindo ao meu blogue.
      Agradeço visita e afável comentário.
      Então, volte!

      Eliminar
  32. Desprovida de acessórios e repleta de vontade...

    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seja bem vinda ao meu blogue!
      Exatamente, assim, Teca. Acertou!
      Beijo.

      Eliminar
  33. Em cada pausa, o que fazer?! Existir, completamente em paz. Olhar, com voracidade, quem descansa a nosso lado. Lindo de se ler (mas não ligaria estes versos a esta banda sonora. Gostos).
    Respondendo às suas perguntas, o pequeno explorador é um aluno aplicado, adora a escola e também está a aprender piano. É um daqueles miúdos que os professores adoram, porque é super curioso, faz muitas perguntas e também leva para a sala de aula muitas destas experiências que vamos tendo juntos, por esse mundo fora.
    Beijinhos, um doce domingo
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou, inteiramente, de acordo com a Ruthia, em tudo.
      Esta música é para outro tipo de "eventos", mas não quis deixar de agradar à pessoa k me a mandou.
      Boas notícias do "nosso" pequeno explorador. Parabéns aos papás!
      Beijinhos.

      Eliminar
    2. Cara Céu, acho que a banda sonora nem fazia falta, porque as suas palavras deixam muita margem para a nossa imaginação. Ainda assim, penso que esta está um pouco melhor. Que novinhos eram a Kim Kasinger e o Mikey Rourke
      Beijinhos

      Eliminar
  34. Olá querida,

    Gostei de rever a cena de strip-tease do filme 'Nove Semanas e Meia de amor'. É uma cena regada a uma sensualidade linda de ver (e de viver-rsrs).
    Seu poema, como sempre, é fruto de uma imaginação rica, onde a sensualidade desponta espontânea e livre de cerceamentos pudicos. As cenas colocadas poeticamente se descortinam na mente de quem lê, de tão bem descritas. Na retirada dos acessórios, prendi-me à libertação dos pés "prontinhos para te enredar neste abraço, neste laço, neste transbordar de mim." Uma entrega total e repleta de volúpia e desejo.
    A questão colocada deixo a cargos dos homens, que, naturalmente, possuem maneira peculiar de proceder entre um orgasmo e outro.


    Por aqui tudo bem, graças a Deus.
    As estações já não nos oferecem o equilíbrio de outrora e, atualmente, quase se misturam entre si. É a resposta da natureza aos nossos desmandos e falta de zelo para com ela.
    Gostei muito do seu comentário lá no meu recanto. Gostei mais ainda dos versos que o título da postagem lhe inspirou. Ficaram lindos. Obrigada!

    Feliz domingo e ótima semana.

    Beijo.


    ResponderEliminar
  35. Texto para ler e reler e voltar a ler.
    Muito bom (como sempre, aliás). A sensualidade concentrada e no final, a pergunta para fazer pensar...
    É muito difícil escrever este tipo de textos, sem cair na vulgaridade, mas tu és mestra nisto.
    Não é só erotismo, bate um coração dentro desse corpo :)
    Beijinhos e Boa semana!

    r: eu nunca fui a Paraty, mas está na minha lista de lugares a visitar, se a minha viagem ao Brasil se chegar a concretizar :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço a tua visita e comentário, Catarina!
      De facto, tens razão. Não é nada fácil escrever textos deste género. Leva o seu tempo a formar-se, a interiorizar-se e depois acontece, com decência e naturalidade.
      Digo-te que há mto mais sensualidade naquilo k escrevo do k erotismo.
      Então, qdo fores, "curte bué", e depois "conta-nos", se desejares.
      Beijinhos e boa semana!

      Eliminar
  36. Entre um orgasmo e outros espero que sejas bem tratada :D
    A nudez não é só uma questão de corpo, é também um desprendimento que vem da alma.
    Beijos

    ResponderEliminar
  37. Desnuda, sugestiva, atrayente, insinuante, seductora, ojalá que muy enamorada, te muestras ante él como Dios te trajo al mundo ¡Bella estampa de amor entre dos seres que lo comparten todo!
    Estoy convencida de que eres poeta, escribes sintiendo y no sintiendo, con experiencia o sin ella, tus letras tienen la fantasía de sueños, parecen ser tan reales según nos lo cuentas...
    No dejes de escribir, tus letras son como mariposas que vuelan, todo lo que transmite amor, me gusta y hace que sueñe, aunque la nostalgia llega.
    No dejes de hacer alguna de mis recetas, son muy sencillas, todas salen, si sigues mis pasos, te sorprenderás de lo buena cocinera que eres. No sólo con pescada puedes hacer mi receta, para empezar, inténtalo con una lubina o un dorada, también están muy ricas.
    Te dejo abrazos y mi sincero agradecimiento por tus siempre, cariñosas letras.
    Kasioles

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mi querida amiga, Kasioles!

      A tua visita e palavras são sempre de ouro, para mim, porque és sensível, correta, honesta, carinhosa e tens a cabecita no lugar.
      Vou tentar cozinhar alguma das tuas receitas.
      Beijos com muita estima.

      Eliminar
  38. Ausente do Céu
    presente em terra.

    Descer bem ao fundo do mundo
    cravar na Terra e desejar
    a volatizaçao da subida ao céu
    é destino de qualquer mortal.
    Nem todos
    por falta de pulso ganho
    na vontade de espelho
    no outro lado.

    ResponderEliminar
  39. Olá Céu.
    Antes de mais, parabéns por este seu belo escrito.
    Agradeço muito as palavras que deixou no meu blog.
    Beijinho
    Alice

    ResponderEliminar
  40. Oi Céu! Passando para agradecer a tua visita e gentil comentário, bem como desejar uma ótima semana para ti e para os teus.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderEliminar
  41. Ao som de Joe Cocker... o prazer em ler cada post por aqui... durará nove semanas e meia... no mínimo...
    Nossa!... Revendo este video que adoro, dei-me conta da brutal mudança de aspecto físico de Mickey Rourke... Quanto desperdício!...
    Beijos! Boa semana!
    Ana

    ResponderEliminar
  42. Olá Ceu , obrigado pela visita ao Reflexos e pelas palavras lá depositadas com Carinho , deixo aqui uma Beijoka e Votos de uma ótima semana com tudo de Bom :)
    Luis

    ResponderEliminar
  43. Boa semana, Céu. Aguardo o próximo post!

    ResponderEliminar
  44. demais tua poesia. modestamente escrevo poesias e algumas eróticas, mas no momento tirei o blog do ar para me dedicar mais ao blog esírita. adorei teu espaço, bjs

    http://espiritismofacilitado.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  45. Boa noite céu.
    Um poema onde a mulher expõem a sua nudez para o seu amor sem nenhuma timidez, afinal o seu corpo pertence ao seu amor. Uma linda semana amiga.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  46. Erotismo sutil y precioso es el que con mucha clase enmarcas en tu magnifico Post.

    Un abrazo grande, querida Ceu

    ResponderEliminar
  47. OLÁ! Não me queria ver no seu blog, mas eu como sou um "Querido teimoso", quando vi o título do seu post "NUA" vim a correr e entrei sem bater à porta, peço perdão e deixo-lhe O MEU ABRAÇO.

    ResponderEliminar

ACORDE, PARA O ACORDO!

ACORDE, PARA O ACORDO!

NOTA

ESTE BLOGUE FOI CRIADO A 14 DE FEVEREIRO DE 2015

Número total de visualizações de página


Quiero uno en mi blog