terça-feira, 29 de setembro de 2020

PROMETO

Fiz pesquisa e resumo de algumas preces e orações indígenas, e como resultado surgiu esta postagem.


Esqueci-me de agradecer à Terra

que me deu casa para eu me abrigar

nela ser feliz e poder morar.


Esqueci-me de agradecer aos oceanos

aos mares, rios, lagos e ribeiras

que me dão as suas proveitosas águas.


Esqueci-me de agradecer às árvores

que tão bondosamente

me dão flores, frutos e sementes.


Esqueci-me de agradecer ao Sol

que ilumina a Terra inteira

e que me dá luz e calor, tão preciosos.


Esqueci-me de agradecer ao vento

que traz a chuva benfazeja

para engrandecer o meio ambiente.


Todos os seres da Natureza

as Árvores, o Sol, a Lua, o Vento

se dão bem uns com os outros

portanto, tudo está em harmonia

todavia, eu e por ser imperfeita

esqueci as minhas promessas

mas daqui para a frente, juro

vou começar a aprender

com o equilíbrio em toda a Terra

e não mais esquecerei de agradecer

a sã convivência entre todos os seres

e como eles procederei. Prometo!


CÉU

107 comentários:

  1. Bom dia de paz, querida amiga Céu!
    Que lindeza!
    Um dos mais lindos posts que li aqui.
    Gosto da cultura que pesquisou.
    Trouxe-me sua postagem um belo momento que vivi numa benção indígena há três anos em Porto Seguro.
    Sermos gratos à natureza, a toda criação... Traz tantos benefícios de toda sorte para nós
    Acontece uma integração de todo nosso ser, amiga.
    É uma promessa que vale a pena ser cumprida.
    Que a boa convivência seja um lema de vida entre nós!.
    Tenha dias bem integrados!
    Bjm carinhoso e fraterno

    ResponderEliminar
  2. Que bonito poema y que cierto que aveces nos olvidamos de agradecer a la naturaleza por todo lo que nos ofrece..... Saludos amiga.

    ResponderEliminar
  3. Um poema bem diferente do habitual porém muito interessante, Toda a humanidade (ou quase) sofre desse mal. Nunca nos lembramos de agradecer à natureza que nos possibilita a vida. Pela contrário usamos essa mesma vida para a agredir.
    abraço e saúde

    ResponderEliminar
  4. Olá Céu,
    Antes de mais espero que esteja tudo bem consigo.
    Que belíssimo poema de gratidão à nossa mãe terra, amei!
    Devemos ser sempre gratos por tudo o que temos.
    Fique bem, beijinho!

    ResponderEliminar
  5. Que maravilhoso ler ! Que essa promessa fosso por todos os humanos bem cumprida. Usamos a Terra e não a respeitamos.Triste! O resultado aí está! Beleza de ler! beijos, chica

    ResponderEliminar
  6. Uma linha diferente do habitual, mas muito assertivo! Espero que se encontre bem.
    Adorei a musica! :))
    -
    Beijos, e um excelente dia!

    ResponderEliminar
  7. Muito bonito.
    A qualquer hora e momento é de tempo
    de agradecer.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  8. Eu prometo, juro que esse poema está uma natural maravilha, verdadeiro ode à vida que pulsa no ser humano e na natureza em geral; formoso convite ao ser integral, integrado com o todo, do qual não estamos à parte. Tudo melodiosamente perfeito!

    Um abraço. Tudo de bom.
    A ARTE DA VIDA. APON HP 💗 Textos para sentir e pensar & Vídeos na arte do viver.

    ResponderEliminar
  9. Que maravilha de Poema , temos Consciência de que devemos respeitar a terra que tanto nos dá, mas ainda está longe do ser humano aprender.
    Um bj

    ResponderEliminar
  10. Nós temos muito o que a aprender com os indígenas. Eles protegem e amam a Terra; sabem segredos sobre elas. Por isso é um povo tão sábio e feliz. Eu tenho vontade de visitar uma tribo indígena.

    Bom fim de semana!

    OBS.: O JOVEM JORNALISTA está em quarentena de 22 de julho à 31 de agosto, mas comentarei nos blogs amigos nesse período.

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderEliminar
  11. Un maravilloso poema de agradecimiento.
    Así debe de ser.
    Un beso.

    ResponderEliminar
  12. OI CÉU!
    GOSTEI DE LER, POIS ATRAVÉS DE TUAS PESQUISAS SOBRE ESTES POVOS TÃO SÁBIOS, CAPTASTE A ESSÊNCIA DE SUAS ALMAS, VALORIZANDO TUDO QUE ESTÁ NA NATUREZA E O QUANTO SÃO IMPORTANTES PARA A SOBREVIVÊNCIA DE TODOS OS SERES.
    UM GRANDE ABRAÇO AMIGA. ANDEI SUMIDA POR CAUSA DA MINHA CACHORRINHA QUE ESTEVE MUITO MAL E PRECISOU DE CUIDADOS ESPECIAIS. AGORA ESTÁ MUITO BEM GRAÇAS A DEUS.

    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  13. Que lindo, Céu seu poema !
    Dar provas de gratidão é um bálsamo para nossas vidas.
    Quando agradecemos nossa alma sobe aos céus e ficamos leves.
    E temos tanto a agradecer! Obrigada por dividir o que aprendeu e fazer com que possamos refletir sobre o quanto temos .Precisamos melhorar, sempre!
    Abraço e carinho, querida
    Fica bem !

    ResponderEliminar
  14. Hola Cielo, vengo a conocer tu blog muy bello, por aqui me quedo, gracias por tu comentario y paso por mi blog.
    tus versos son muy hermosos , nuestras raices nuestro ser, un agradecimiento muy bello, saludos.

    ResponderEliminar
  15. Ola Céu .. Bellissimo poema.. Tenha um feliz fim de semana

    ResponderEliminar
  16. Olá, Céu!

    Como está?
    Os indígenas são um povo muito sábio e, eles sim, muito agradecidos pelo tanto que recebemos!
    Nós, só temos que aprender a agradecer e valorizar o que nos é dado.
    Gostei muito desta reflexão!

    Fique bem!
    Beijinhos
    Liliana Monteiro
    Ideias Recicladas e... não só!

    ResponderEliminar
  17. Muito bem elaborado e articulado. Uma boa quebra (momentânea, imaginamos), de paradigma.
    Abraços.
    Ps. Quanto a tua obra nno blog da Gracita, vou dar uma olhada pois ela mandou o link.

    ResponderEliminar
  18. Belissimo poema Céu, está de parabéns.
    Temos realmente de ter um coração grato a tudo.
    Grande abraço e bom fds!

    ResponderEliminar
  19. Adorei esta prece... de agradecimento e compromisso!
    Belíssimo trabalho de pesquisa, Céu! A humanidade tem uma dívida enorme, para com a Terra-Mãe... e sendo os indígenas, os últimos povos que verdadeiramente a veneram e protegem... também eles sofrem do mesmo descaso... veja-se o que está a acontecer com as tribos da Amazónia, por exemplo... nem assistência especial de saúde lhes é garantida, como povos de risco, em tempo de pandemia...
    Adorei o post, Céu! Deixo um beijinho, e votos de um feliz fim de semana alargado, e estimando que tudo esteja bem, aí desse lado!...
    Ana

    ResponderEliminar
  20. Olá Mel
    Já tinha estado por aqui. Surpreendeu-me...
    Devemos sim aprender muito com os índios
    Respeitar a natureza
    Respeitar para ser respeitado
    Ela nos dá, e nós destruímos
    Que sua promessa se cumpra
    Toda promessa no meu pensar
    Tem de vir do coração e da alma
    E deve ser cumprida
    Retribuindo a sua visita
    Bom final de semana
    Beijos

    ResponderEliminar
  21. En estos tiempos,la cultura puede ser una tabla de salvación

    ResponderEliminar
  22. Oi, CÈU.

    Parabéns por mais uma postagem brilhante.

    Esse poema nos faz lembrar da simplicidade da vida da qual muitas das vezes nos esquecemos na civilização.

    Um pensador de cujo nome não me recordo agora, teria dito: “Civilizar é multiplicar as necessidades”.

    Entretanto, que necessidades em demasia são essas que põem em risco a nossa sobrevivência futura e até da vida no planeta?

    Pra que tanto comércio internacional?!

    Por que tanto consumismo?!

    Por que guerras pelos bens da vida?!

    Certo que o continente dito americano, antes de Colombo, nunca foi um paraíso como até hoje se idealiza, mas que muitas tribos viviam numa melhor harmonia com a natureza, disso não tenho dúvida.

    Todavia, é o paraíso que mais importa, mesmo se tratando de um estado da nossa consciência, ou de um sentimento. Enfim, uma parte de nós que se faz presente nas culturas e creio que em todas elas, nos quatro cantos do nosso planeta.

    Um abraço e excelente final de semana!

    ResponderEliminar
  23. Meus aplausos, maravilhoso, Céu!!
    Preservar o meio ambiente deveria ser o mais fundamental para o ser pensante, infelizmente não é o que vemos, o equilíbrio está se perdendo justamente pelas atitudes do comportamento do ser dito sapiente. E ainda dizem que são índios e caboclos que destroem. Que loucura isso, quanto mais evoluímos, mais destruímos, não aprendemos o básico da existência.
    Vídeo e música perfeitos para degustar essa postagem belíssima!!
    Abração, bom final de semana!

    ResponderEliminar
  24. Belissimo!
    Um Poema que nos convoca para uma promessa colectiva!
    Defender este belo planeta azul em que habitamos, promovendo uma sadia convivência com todos os povos, celebrar todos os dias a Paz e o Amor, porque é intransponível a forma que a vida nos dá, sabendo que a morte é o mais privado de todos os encontros!...

    Um bom fim de semana.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  25. As sociedades primitivas são um exemplo real do respeito para com a natureza. Com ela interagem o melhor possível numa clara demonstração do que se chama um saber de experiência feito.
    Um abraço.
    Juvenal Nunes

    ResponderEliminar
  26. Uma belíssima postagem, querida Céu
    Bravo!
    Um abençoado fim de semana.
    Um carinhoso abraço
    Verena.

    ResponderEliminar
  27. Uma linda prece à Natureza!
    Teve uma excelente ideia, é raro lermos algo relacionado com a cultura indígena.
    Bom fim de semana.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  28. Olá Céu, uma bela oração! Que possamos sim aprender com o equilíbrio da natureza!
    E perdoe a ausência...
    Cordial abraço, saúde e paz!

    ResponderEliminar
  29. Que bonito agradecimento, feito oração!!
    Que possamos ter gratidão pelos bens que recebemos de toda natureza!
    Parabéns!!
    Tenha um otimo final de smenana.
    Beijos

    ResponderEliminar
  30. Bom domingo querida Céu!
    E assim uma linda semana lhe espera após ler este belo trabalho com um olhar maravilhoso para a natureza tão massacrada por nós. Urge mudar comportamentos e processos, para que possamos melhorar a qualidade de vida neste planeta.
    Bom lhe ver,
    Beijo amiga

    ResponderEliminar
  31. Olá Céu,esquecemos de agradecer,mas nunca cessamos de reclamar.
    Sem prestar a devida atenção a tudo que a Terra nos dar. Nem que somos parte dela.
    Demorei,mas cheguei pra agradecer seu carinho,sua atenção e seus comentários cheios de compreensão.
    Xeru

    ResponderEliminar
  32. Olá Céu.
    Belíssima postagem. Parabéns.
    Os povos indígenas teriam contribuído muito mais para o crescimento da humanidade se não fosse a “desumanidade” do dito homem branco que cometeu o maior genocídio da História, eliminando milhões de ameríndios com requintes de maldade e um barbarismo indescritível. Não podemos esquecer jamais do Holocausto, mas também não podemos nos esquecer do que, principalmente os espanhóis fizeram, não só nos Andes como em toda a América dita espanhola e o que fizeram os americanos com dezenas de nações indígenas exterminadas vilmente pelas mesmas mãos que carregavam uma Bíblia. Massacres odiosos, pois nem bebês de colo eram poupados. Os índios tinham muitas coisas boas e belas para oferecer. Todo o conhecimento amealhado por mais de 10 000 anos se perdeu, tudo por ganância, ódio e racismo.
    Lamento.
    Mil beijos.

    ResponderEliminar
  33. Boa tarde, querida Céu.
    Que maravilha de postagem, quanta verdade em cada verso de seu poema. O povo indígena é fabuloso, pois nos ensina o que deveríamos saber e com isso preservar e cuidar do mundo, no qual vivemos. Deus nos deu o planeta todo, porém somos pobres de espírito e estamos acabando com o nosso lar. Agradecer a tudo que possuímos seria o mínimo, mas ainda não aprendemos nada. Li e reli seu poema, as fotos são fantásticas.Parabéns, beijos!

    ResponderEliminar
  34. É isso, minha Amiga. Damos tudo por adquirido e esquecemos a gratidão à Vida, à Natureza. Todas as manhãs nos maravilhamos com o que vemos e tantas vezes passamos os dias como se nada de bom nos acontecesse. Lindíssimo o que escreveu! E a fazer-nos pensar, Céu.
    Lindo, o vídeo.
    Uma boa semana com muita saúde.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  35. Olá, Céu!

    Passei por aqui outro dia e deixei um comentário, mas a internet estava oscilando muito e achei que não tinha publicado e hoje, ao voltar aqui, percebo que não publicou mesmo.

    Adorei ler sua postagem da outra vez e repetir a leitura hoje. Seu post é uma prece de gratidão a Pachamama.
    Adoro preces indígenas e por coincidência estou fazendo uma, diariamente, que também pensei em compartilhar no blog.
    Talvez por isso, ao te ler, sua promessa ressoou em mim.

    Um abraço e desejo de ótima semana.
    Sônia

    ResponderEliminar
  36. lindo, Céu, lindo! e é mais que lindo, é algo que todos deveriam imprimir e colar em algum lugar bem visível da própria casa para ler todo dia, afinal nós esquecemos da sabedoria que há nessas palavras. as imagens postadas aqui em teu blog são lindas também, creio que são indígenas do Norte da América. uma boa semana para ti, um beijo.

    ResponderEliminar
  37. Olá, Céu!

    Muitos parabéns. Um poema rico de saber, filosofia e religião.
    Caso para dizer; gostava de ser índio.
    Um abraço de muita amizade,

    ResponderEliminar
  38. Olá Céu.
    Um Novo Registo, o mesmo Talento. Parabéns. É bom vê-la "espraiar" para outras temáticas. Espero que continue nessas outras temáticas, para além daquela que nos habituou.
    Nas brincadeiras infantis de Cowboys (já lá vão muitos anos) eu era sempre Índio.
    Um Abraço.

    ResponderEliminar
  39. Bela poesia, Ceu. Lembrando a todos nós de protegermos a natureza de maneira adequada. Obrigado por nos lembrar de prestar mais atenção ao universo.
    Que o seu dia seja sempre cheio de alegria. Saudações.

    ResponderEliminar
  40. Nossa Céu, de todos os artigos que você já escreveu, de todas as poesias que você já compôs, essa foi a que mais me emocionou quando aqui cheguei..
    A música suave, as imagens belíssimas dos índios, me deixaram com o coração apertado...
    E lendo seu poema, que soa como uma oração à natureza, à terra, às águas, fiquei ainda mais encantada!!
    Você nos impressiona e emociona amiga, muito obrigada!!
    Desejo uma excelente semana e um mês de outubro tranquilo, que tudo corra bem!!
    Beijos!! :))))

    ResponderEliminar
  41. Es muy bonito todo lo que dicen. Me ha gustado haber podido leer su contenido.

    Besos

    ResponderEliminar
  42. Querida Céu, surpreendeu-me este teu post, mas agradou-me imenso, pois aqui deixas uma " oração " que gostaria de decorar e de a dizer baixinho, todos os dias ao acordar. Na catequese aprendi muitas preces e a catequista não perdoava se não a rezassemos na perfeição; esqueci-as todas e deixei de rezar; para quê? Nunca são ouvidas! Esta, no entanto, é dedicada " às Arvores, Sol, Lua e vento ", deuses que convivem em perfeita harmonia, que não se guerreiam pelo número de fiéis e, fundamentalmente, porque se dão a todos de igual forma, sem que precisem de rezar de joelhos. Em vez de agradecer a estes deuses, nós agredimo-los todos os dias, mas, mesmo assim eles regeneram-se e voltam a surpreender-nos com as suas bênçãos. Como tu, querida Céu, também eu, mesmo com todas as minhas imperfeições que, de certeza continuarão, prometo agradecer à MÃE natureza todo o equilibrio , a sã convivência e todas as belezas que nos proporciona a cada dia , não esquecendo que é minha obrigação contribuir para que entre nós, seres viventes dessa nesma natureza, haja humanidade, respeito por tudo e todos, sensatez e uma vida vivida com o necessário equilibrio. Tentarei todos os dissas, PROMETO!
    Obrigada, querida Amiga, pela bela oração que aqui nos deixas e, juro, vou lê-la várias vezes para que não me esqueça de a repetir todos os dias, pelo menos, parte dela. Prometo que o farei. Beijinho, e cuida-te, querida Amiga. Que a vida te abençoe com SAÚDE, sempre!
    Emilia

    ResponderEliminar
  43. Olá Céu!

    A minha ausência não é esquecimento, mas falta de tempo.

    O 'post' é lindo!!!

    Eu, que não sou de orações, esta faz-me todo o sentido.

    É sim, de agradecer, tudo o que é mais básico, mas que se transforma em ouro porque nos permite viver.

    E nós que nos esquecemos quase sempre do que é tão importante na nossa vida, levados por N estímulos a que estamos constantemente submetidos.

    Adorei!!!

    Beijo e resto de boa semana. :)

    ResponderEliminar
  44. Oi Céu! Achei lindo o vídeo! E que bela homenagem aos indígenas você fez! Temos muito o que aprender com eles, pois eles reverenciam a natureza sabendo que ela é um tesouro que Deus nos deu de presente.👄💗😗

    ResponderEliminar
  45. Olá Céu, este texto ou oração faz todo o sentido, amei. Desejo-lhe muita saúde , e paz. Alice

    ResponderEliminar
  46. Que poesía tan bonita y el video precioso. Un abrazo.

    ResponderEliminar
  47. Creo sinceramente que hemos olvidado todo, lo que somos, y que la tierra y todo cuanto la rodea, no es nuestra sino prestada por un tiempo y deberíamos amarla y respetarla. No se, si esta trágica pandemia servirá para hacernos mejor, tengo mis serias dudas.
    Un abrazo y buen resto de semana amiga.

    ResponderEliminar
  48. Boa noite querida Céuzinha!
    Uma magnífica prece ainda que seja dos indígenas, é maravilhosamente bela.
    Amei essa oração, diariamente devíamos agradecer por todas as coisas belas
    que Deus na terra criou. Gostei muitíssimo.
    Beijinhos Céuzinha.
    Um ótimo fim de semana e muito cuidado com esse covid.
    Luisa

    ResponderEliminar
  49. Olá querida menina Céu,

    Por aqui as coisas andam complicadas, a pandemia teve uma queda, mas infelizmente há muita irresponsabilidade das pessoas e dos governos, o número de mortos ainda é bastante alto e estamos chegando na casa dos 150 mil óbitos, é muita coisa.

    Em casa temos feito o possível para se manter saudável, seguindo os protocolos e recomendações, apesar de ser uma tarefa bem complicada. Falando da família hoje eu e meu irmão do meio levamos a minha mãe para fazer uma série de exames, a coitada tem passado por uma batelada delas neste ano. A doença parece estar tomando conta da cabeça dela e na maioria dos dias ela tem ficado bastante confusa e fora da realidade. Estamos vendo outras formas de tratamento, até com óleo de cannabis que dizem ser muito bom para quem tem Alzheimer. Temos feito tudo o que é possível para ela ter uma vida melhor, mas confesso que está sendo muito desgastante para toda a família.

    Bom, com relação ao seu poema achei ele uma graça, é quase que uma celebração a natureza e ao povo indígena que são os verdadeiros donos da Terra. Infelizmente com a colonização eles perderam espaço, terras, perderam até suas identidades e hoje muitos vivem como brancos! Aqui no Brasil não há políticas sérias para a preservação dos povos indígenas, há praticamente um extermínio deles, uma tristeza imensa.

    Bom, te desejo dias felizes e uma excelente semana depois do merecido descanso!

    Beijos e cuide-se!

    ResponderEliminar
  50. Olá, querida Céu,

    Se há algo em favor de minha índole, nesse mundo, é o fato de eu ter sempre me sentido grata aos elementos citados no texto (poema), especialmente ao céu e ao sol. Desde adolecente, às vezes eu me pergunto como seria a vida da gente, se o céu não fosse tão lindamente azul e o sol não inundasse o nosso planeta de luz e calor.
    São muitas as dádivas que nos passam despercebidas mas, a essas, pelo menos, sempre estive atenta, rsrs.

    Beijo e bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. aiaiai vi que o meu teclado 'duro' engoliu o s da palavra adoleScente, desculpe.

      Eliminar
  51. Lindo vídeo e belo poema,
    Prezada amiga Céu!
    Parabéns! Tiro o chapéu...
    A tua arte é suprema
    Com poesia da gema
    Dessa grande poetisa
    Que sua arte realiza
    Com uma grande maestria
    Dando ar à poesia
    Suave como uma brisa!

    Parabéns, Céu! Sempre com postagens divinais! Tudo de bom! Laerte.

    ResponderEliminar
  52. Oi vim aqui te dá um abraço e desejar um dia maravilhoso na presença do Senhor Jesus. Alguem já disse que a gratidao é a memória do coração. Bjs querida

    ResponderEliminar
  53. Agradecer é un ato de humildade. Beijinhos

    ResponderEliminar
  54. Olá de novo, antes tiven que escriver dende o telemóvil e apenas podía ver. Gostei do video, a música e as imaxes de flores que envolven de sensualidade á muller que se pasea entre elas. Tudo muito diferente do que pode ser o outono, ainda que tamén, para min é unha época fermosa de amarelos, ocres, marróns, roxizos.... que ben podían envolver a mesma muller. Xa que o poema vai de agradecemento, debo eu tamén deixar aquí o meu pelo sua visita no meu blog. Abrazo e boa fin de semana.

    ResponderEliminar
  55. Esqueci.me de agradecer á natureza
    Que pôs esta céu no meu caminho
    Cada momento mostra sua grandeza
    Por entre floridos amores, e carinho.

    Defender a terra, o meio ambiente, é a única forma de nos defendermos a nós próprios, e, sobretudo, os vindouros!

    A vida só faz sentido com saúde. A prevenção é a melhor cura!

    Mas isto é apenas um incorrigível idealista a voar nas suas quimeras!

    A suavidade da música e o colorido das imagens completam o harmonioso e o belo!

    Beijinho



    ResponderEliminar
  56. Olá, Céu!

    Parece que chegaste na harmonia do universo. Harmonia que se expande a cada partilha. E o vídeo é tão inspirador!

    Bem hajas.

    Beijo.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  57. Uma prece linda, que todos devíamos seguir, nunca esquecendo de fazer o nosso papel de respeitar e proteger a natureza.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  58. Primeiramente, muito agradecido por sua visita e amável comentário deixado, muito bom receber feedbacks. Uma coisa leva a outra e ao lhe visitar para retribuir, me deparei com esse escrito carregado de sensibilidade daqueles que preocupam-se com o meio ambiente e com a existência das espécies, parabéns e obrigado por compartilhar conosco!
    "Quem aprecia a
    poesia e semeia o amor
    jamais fomentará a
    guerra ou provocará a dor"

    ResponderEliminar
  59. Que belo poema. A natureza agradece. Parabéns sempre

    ResponderEliminar
  60. Lindo poema de ação de graças, que todos devíamos entoar, de manhã ao acordar, ou à noite, antes de adormecer! Pois cada dia é uma dádiva que nós ignoramos e que no imenso egoísmo que nos é próprio, consideramos como natural, para não dizer banal, esquecendo-nos de olhar o céu azul, o verde que nos rodeia e as flores que nele desabrocham, o mar que nas ondas, permanentemente se renova e o sol, que nos ilumina e nos aquece! Quando será que aprendemos valorizar cada dia que vivemos?
    Um forte abraço, minha amiga.

    ResponderEliminar
  61. Todos estamos aquí de paso,
    hay que cuidar a la madre
    tierra, no seremos eternos,
    me agrado mucho tu poema.

    Besitos dulces
    Siby

    ResponderEliminar
  62. Talvez seja do Outono... ou talvez seja a minha alma. Este seu poema (diferente do lirismo que nos tem habituado)tem incutida a mensagem que se repete vezes sem conta nos meus pensamentos.

    Um beijo

    ResponderEliminar
  63. Olá CÉU, tudo bem?

    Desde que acompanho o blog Ausente, pela primeira vez me deparo com um poema em outro estilo com outro tema.

    Um belíssimo agradecimento à Terra e tudo o que ela nos oferece, com tamanha gratidão.

    Adorei um poema tão diferente, e percebo que seu talento é muito amplo e diversificado.
    Parabéns e obrigado por essa obra tão linda!

    ResponderEliminar
  64. Hola, hermosa Cielo. Un gusto volverte a leer, y con un manojo de frases, que recogen la sabiduría de las etnias aborígenes, que este 12 de octubre lo ocupan para conmemorar la resistencia contra las expresiones de colonialismo y discriminación de razas y comunidades. UN abrazo. Carlos

    ResponderEliminar
  65. Querida Céu,

    antes de mais as minhas desculpas por não ter vindo cá mais cedo, apesar de saber que já regressaste das férias à algum tempo. Tenho andado a negligenciar um pouco algumas coisas que devia fazer (talvez seja procrastinação?), mas como tenho trabalhado maioritariamente de casa e ao computador e acabo por ficar cansada...

    Gostei imenso do poema, bem diferente dos restantes que acompanhei no teu blog, mas maravilhoso e cheio de alma.
    O nosso planeta, a fauna e a flora, e a sustentabilidade são coisas às quais sou muito sensivel (não fosse eu bióloga...) por isso tocou-me particularmente a tua poesia

    Espero que estejas bem!

    Um beijinho*

    http://by-pattyy.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  66. Hola Ceu

    Hay que valorar la tierra y todo el entorno donde vivimos pues nosotros somos cíclicos y tenemos un período de existencia con caducidad.
    Lo más importante son tus versos que tocan el corazón y el alma. Un poema muy expresivo y que habla por si solo. Me encanta como escribes con esta sutileza. Ya hacía un tiempo que no sabía nada de ti.

    Espero que todo vaya estupendamente, querida amiga.

    Abrazos y besos desde mi costa meiga.

    ResponderEliminar
  67. que la luz de las estrellas ilumine cada palabra de tus versos al derramar, dar y amar Ceu la vida como el mas preciado don que poseemos , saludos y un fuerte abrazo . jr.

    ResponderEliminar
  68. Oi, Céu...lindas palavras de afeto e promessas de bem querer .Em algum dia a humanidade como um todo possa ter plena consciência do quanto nos foi dado em beleza e graça.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  69. É sempre uma alegria vir aqui e me deixar envolver por sua mágica escrita.

    ResponderEliminar
  70. É lamentável, mas infelizmente é a pura realidade. Ao invés de agradecer, o homem insiste em agredi-la, e o resultado são os revides da NATUREZA pelas agressões que lhe são impostas. Belo, profundo e pertinente o teu poema.

    Beijos e muita saúde e paz para ti e para os teus.

    Furtado
    PS: Obrigado pela visita e pelo comentário com tão belas palavras.

    ResponderEliminar
  71. Boa noite
    Bons motivos sempre teremos e agradecer é precioso.
    🙏🤲😘🤗

    ResponderEliminar
  72. Boa noite Céu maravilhosa postagem que emociona e nos faz refletir.
    Olhar o planeta a casa que nos acolhe com sua natureza magnífica
    temos sim que ser gratos pela benção.
    Adorei sua postagem!
    uma bela semana .
    bjs de violetas

    ResponderEliminar
  73. Olá, Céu... Uma pesquisa muito boa e com ótimos resultados. Parabéns, gostei de ler e refletir em cada frase. A Terra precisa de nós e todos precisamos muitíssimo do Criador do universo.
    Muita paz e o meu carinho. Boa continuação de Outubro.

    ResponderEliminar
  74. ola obrigada pela vesita tambem espero que tudo va passar mas parece que nao vai ser bem o caso mas este ano é assim cada dia um adorei este post com esta linda musica que acompanha parabens bjs tudo de bom tambem para si e os seus

    ResponderEliminar
  75. Passando a deixar um beijinho, Céu, e os meus votos de continuação de uma boa semana... enquanto me deliciei de novo, a ver e ouvir a sugestão musical, aqui apresentada!...
    Temos o mundo parado às voltas com a pandemia, quando até Guterres nas Nações Unidas, já veio dizer que os impactos nos próximos anos das alterações ambientais, serão bem mais nefastos, do que o efeito desta pandemia! Parece que a humanidade, está mesmo metida numa camisa de 7 varas... como também o comprova os documentários mais recentes de David Attenborough que aos 94, continua com uma lucidez admirável, sobre a vida, o mundo... e sobre o desfecho da humanidade, até ao fim deste século... se não for travada a actividade humana e a crescente devastação das poucas zonas verdes da terra... enfim... nem com a história da Ilha de Páscoa, parece que a humanidade aprendeu coisa alguma... pois estará a reproduzir o processo, a uma escala global...
    Beijinhos! Cuide-se bem, Céu! Que estes tempos mais próximos também não se vislumbram fáceis, e pensando apenas na pandemia...
    Ana

    ResponderEliminar
  76. Ola céu querida, como você esta? Eu vou bem graças a Deus, fazendo minha parte com cuidados para me manter imune da doença que ainda existe, tenho trabalhado bastante e muitas coisas tem acontecido de forma que sinto como se o tempo estivesse curto de novo, eu sou assim, as vezes muito ativa as vezes e por vezes paro, por desanimo, preguiça ou qualquer outra tolice, que me tira o foco, tenho muito que amadurecer nesse ambito, tenho estado ativa em um instagram '' felicidade não é so sentimento''...caso vc faça uso dessa redes sociais, de uma chegada la, é onde coloco pra fora sentimento e onde quero trocar experiencia sobre tudo a felicidade algo que muitos buscam, todos tem, mas poucos sabem! Enfim gratidão pela sua visitinha na minha pagina de blog, por vezes eu ja pensei em desativar, mas ha algo que me impede, ainda não dar nome a isso. Amei por demais o poema e as imagens indigenas, é um povo que merece respeito e que cultiva a natureza desde que o mundo é mundo, que tinha muito a ensinar mas pouca oportunidade foi dada. enfim e a vida segue no seu tempo bjão

    ResponderEliminar
  77. Boa tarde Céu,
    Uma pérola o que acabei de encontrar e ler!
    Por vezes esquecemo-nos de agradecer por tanta beleza e grandiosidade que nos rodeia e tanto bem nos faz, mas nunca é tarde!
    Há sempre aquele momento em que se dá o clique e a parir daí não mais paramos de constatar e agradecer por tudo o que Deus nos ofertou, de graça.
    Um beijinho,
    Ailime

    ResponderEliminar
  78. Céu te entendo sobre as redes sociais, por ter filhos adolescentes é um meio de eu saber como eles estão se socializando nessa coisa chamada internet. Parabéns pelo seu dia, professor é um dom, o qual até estudei um tempo para ser, mas na imaturidade a maternidade foi minha maior desculpa para não prosseguir, não me arrependo, mas seria uma profissão que eu gostaria de ter, ser professor é algo, mais vc são educador em muitos aspectos não é!!! Bju gde amiga e um dia lindo pra vc!!!!

    ResponderEliminar
  79. Boa tarde querida Céu, finalmente você voltou à blogosfera. Espero que estejas bem, sei o quanto você e todos os Mestres passaram e creio que ainda passam trabalhando em Home, o que ´pe muito mais cansativo que presencial. Eu estou bem , porém enfrentei alguns desafios, mas nada grave, apenas fiquei sem tempo para a assiduidade aos blog's,

    Oh amiga seu poema fala de uma grande verdade, sempre nos esquecemos de agradecer as grandiosas obras do criador. bela composição em agradecimento à tudo que nos rodeia.
    Coisas do ser humano, somos imperfeitos e portanto somos falhos, mas a qualquer momento podemos nos retratar.

    Desejo um anoitecer maravilhoso e também lhe parabenizo pelo dia do Mestre.

    Bjs no coração querida menina.
    Se o poema é grandioso a música é também maravilhosa.

    ResponderEliminar

  80. Olá, querida amiga Céu!
    Hoje venho deixar meus parabéns pelo Dia dos Mestres.
    Seja sempre feliz pela vocação tão linda.
    Tenha dias venturosos, amiga!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderEliminar
  81. Parabéns pelo dia de sua profissão, sempre tão exigida a exaustão!
    E como é linda essa música, um presente que ouço novamente com a prece!
    Abraço. Céu!

    ResponderEliminar
  82. Cielito.
    Passei aqui "num vu" (termo gauchesco para rapidamente), para deixar-te um belo abraço e um big beijo e cumprimentá-la pelo dia do Professor, dia da Professora. Afinal vocês são a maioria neste time. Tudo de bom para ti, com muita saúde e alegria.
    Beijos Beijos.

    ResponderEliminar
  83. Olá querida Céu. Todas as noites faço uma prece de gratidão aos 4 elementos, e também aos seres que perderam suas vidas para alimentar outras vidas. Sempre achei muito bonito o costume dos indígenas de expressar este tipo de gratidão, inexistente na maioria dos outros povos...e há quem diga que os povos indígenas são bárbaros, e nós os civilizados...
    Lindo teu poema a expressar teu desejo de agradecer, linda também a música de entrada. Com o tempo aprendemos a beleza das mudanças internas, que nos levam a repensar e refazer opiniões, algo por demais salutar.
    Por aqui, o povo esquece-se da covid...logo logo estaremos passando pela segunda onda, assim como vocês...infelizmente, vacina contra falta de bom senso, jamais existirá.
    Um carinhoso abraço!

    ResponderEliminar
  84. Poema harmonioso tal qual a natureza.
    Beijo e bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  85. O seu poema é maravilhoso, Céu, e o contexto
    traduz, fielmente, a premente necessidade de
    vivermos gratificados pelas infinitas dádivas
    que recebemos a cada dia. Adorei!
    Meu carinho e meus aplausos.

    ResponderEliminar
  86. Céu, Seu lindo poema é uma oração.
    Venho agradecer sua visita no meu simples kantinho.
    bjssss

    ResponderEliminar
  87. Olá Céu.
    Espero que esteja tudo bem.
    Bom fim de semana.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  88. Bom dia, Céu
    Lindo poema, Deus com seu infinito amor criou tanta beleza para nós. Bjs querida.

    ResponderEliminar
  89. ... e AGRADECER faz de nós "pessoas melhores"!!! Parabéns por tão boa e bela partilha!... Avó há quase 4 meses, divido meu tempo entre Porto e Coimbra!... É sempre um GOSTO passar por aqui!

    ResponderEliminar
  90. Céu, como retornei, há pouco, aos blogues, tenho procurado os antigos amigos e muitos deles não encontrei mais. Aqui está você, com um poema magnífico. Nem sempre seguimos por caminhos belos, embora encontremos tanta beleza na jornada. Há muito para agradecer e espaço demasiado para crescer. Bjs.

    ResponderEliminar
  91. Muy bonito y emotivo poema Céu, me alegra ver de nuevo tu blogs una vez solucionado el problema, en los tiempos actuales nos viene muy bien recordar de donde venimos y nuestro paso fugaz por este lugar maravilloso que cada día cuidamos menos.
    Cuídate.
    Un Abrazo.-

    ResponderEliminar
  92. Suas orações são muito boas e inspiram todos nós a continuarmos o mais fortes que pudermos para manter a harmonia da Terra em que vivemos.

    Obrigado, Ceu.
    Um abraço amigável.

    ResponderEliminar
  93. Olá novamente Céu, sim gostei do poema, muita inspiração, e admiro quem a tenha, boa semana!

    ResponderEliminar
  94. Bienvenida al mundo de la oración y de los textos bien encontrados.
    Un abrazo, CEU

    ResponderEliminar
  95. ¡Hola, querida CÉU!

    Me alegra mucho volver a leerte, saber que estás ahí, que estás bien y que sigues escribiendo y progresando en tus textos literarios poéticos.

    El vídeo es una preciosidad, té felicito, Giovanni es mi compositor favorito.
    CÉO, como sabes he estado ausente un tiempo de los blogs, este es uno de ellos. No tuve fuerza ni ganas de escribir, ni para mí ni para otros, con mi salud flaca y esta pandemia que nos quita libertad de movimiento, entristece el alma y la inspiración se aleja se esconde, esta situación deja las personas mayores como yo, sin ánimo para hacer nada.

    Te dejo mi gratitud y mi gran estima, un abrazo y bendiciones que te acompañen siempre.

    ResponderEliminar
  96. Eu achei esse poema lindo! Muito bom porque mostra pra gente que devemos agradecer a natureza e a vida que nos cerca.

    https://www.biigthais.com/

    Beijoos ;*

    ResponderEliminar
  97. Olá Céu! Adorei. Não podia ser mais actual este poema. Faz falta o agradecimento e valorização de todos os que neste mundo habitam. Beijinho

    ResponderEliminar
  98. "Esqueci-me de agradecer à Terra

    que me deu casa para eu me abrigar

    nela ser feliz e poder morar."
    Mas prometo que não voltarei a esquecer-me de agradecer à Terra, aos Amigos e à Vida, tudo o que me têm proporcionado até agora e continuarão a proporcionar, pois terei a mente aberta para receber e transmitir!
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  99. Uma linda oração, é bastante gratificante agradecer, Céu obrigada pela visita e pelo seu comentário bjs.

    ResponderEliminar

O MUNDO PASSA POR AQUI